O ano passado participei num projeto de cultura de inovação INSITUM – Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria de Moda Brasileira), projeto que foi selecionado como o melhor do ano no 2014 na INSITUM Brasil.

Aqui a nota que foi publicada Informativo do Texbrasil:

O projeto de inovação Entrelaçar, realizado em 2014 pelo Texbrasil, o Programa de Internacionalização da Indústria de Moda Brasileira, desenvolvido pela Abit em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), foi escolhido o melhor do ano pela Insitum, consultoria especializada eleita pela Fast Company a 4ª empresa mais inovadora da América Latina.

A eleição foi feita pela equipe interna da consultoria. O Programa concorreu com outros três finalistas: um projeto de usabilidade para o setor financeiro; outro de design de produto para setor de pecuária e um trabalho de design de serviços para uma empresa de eficiência energética.

De acordo com Ivan Lucchini, sócio diretor do escritório do Brasil, o projeto conquistou o primeiro lugar porque não foi feito para um cliente e sim, com o cliente. “Ficamos bastante tempo dentro da Abit, interagindo com a cultura atual da empresa; observando como se davam processos e relações pessoais, até projetarmos o que seria a nova área de inovação e seus processos. Fizemos um projeto piloto em condições reais para testarmos a nova metodologia e, não só os novos processos funcionaram, como as soluções desenvolvidas pela equipe do Texbrasil foram excelentes”, detalhou.

O Projeto Entrelaçar tinha o objetivo de desenvolver uma área de inovação com metodologias e processos de design thinking específicos para o Programa. Durante o primeiro semestre do ano passado, a equipe interna do Programa foi dividida em dois grupos compostos por profissionais multidisciplinares de áreas de comunicação, promoção comercial, inteligência competitiva e moda e design. O primeiro criou o Projeto Abraço, que tinha como objetivo encontrar soluções para melhorar o relacionamento com as empresas. E o segundo desenvolveu o Projeto Brasilidade, que elaborou um novo produto de promoção comercial para divulgação e venda de produtos brasileiros para consumidores finais. “Temos sido frequentemente incentivados e apoiados pela Apex-Brasil a inovar de maneira disruptiva e estamos muito satisfeitos com o resultado deste projeto, que é apenas o início de um processo continuo de inovação sistêmica”, explica o presidente da Abit, Rafael Cervone.

Os resultados dos projetos foram bem recebidos por toda a equipe do Texbrasil e já começaram a ser implementados no dia-a-dia do programa. “Iniciamos diversas mudanças nos processos de relacionamento com as empresas e estamos em fase de implementação do projeto Brasilidade, que deve resultar em uma ação especial nos Estados Unidos em 2016”, detalha. Segundo o executivo, o objetivo é que a inovação cada vez mais faça parte da atuação da equipe do Programa, funcionando até mesmo como inspiração para as empresas do setor. Outros projetos já estão previstos de serem realizados neste ano.

Via: texbrasil.com.br

Texbrasil - Projeto do Ano 2014 INSITUM